31 de agosto de 2011

REDES SOCIAIS: QUAIS SUAS FINALIDADES?

        
Poderia dizer que estou de férias das redes sociais, consequentemente da Existência. Os íntimos saberiam onde me encontrar. Shows, barzinhos, e o que for: Esqueceria a senha, das hipóteses possíveis seria melhor me encontrar pelo telefone.
Mas dentre tantas bobagens que já fora escrita nestes meios, já geramos várias discussões muito significativas. Portanto fica claro que, além de postar fotos, curtir isto e aquilo, publicar, podemos efetivamente contribuir diretamente para nós próprios e indiretamente para sociedade. Vejamos um pouco sobre essa funcionalidade:
Logo depois que me aventurei a fazer e estruturar um blog, muitas pessoas estranharam e me perguntaram espantadas: Nossa você tem um blog? Como se isso fosse coisa de outro mundo! Irrealizável, a nós meros mortais...
Pareceu-lhes bastante estranho, afinal como é que pode alguém que não fosse jornalista ou um intelectual se meter a besta, palpitando assuntos tão complicados, controversos e transversais (embora tão presentes) como Política, Educação e afins. Penso que o fato seja justamente esse: A possibilidade de opinarmos, livremente.
Afinal a internet, é um meio de comunicação interativo, e possibilita essa capacidade. Seja através dos sites de relacionamentos, dos fóruns ou mesmo dos blogs, qualquer um pode expressar suas ideias, comunicá-las ao mundo, estando ou não de acordo.


E nesta dimensão não estamos apenas no papel de receptores, como antes estávamos diante da televisão e do rádio, aqui temos a oportunidade de co- atuar como agentes ativos. É a esse propósito que esse blog ganha vida.


Mesmo que não discuta um conceito filosófico como faria um iniciado no assunto, ou não avalie um fato como faria um jornalista (o que pode ser positivo) posso me situar frente às problemáticas, posicionando - me em relação às questões que me acometem e com as quais irei lidar.


Ao falar dos processos educacionais, como funciona a sociedade, conceitos e procedimentos, por exemplo, construir uma reflexão que me pode ser elucidativa, no sentido de que compreendendo melhor os problemas tenho meios para resolvê-los.


Dessa forma, pensando, tornamos sujeitos de nossa própria história e podemos assim dirigi-la segundo nossas próprias ideologias e princípios, não nos deixando simplesmente levar, inertes ou submissos, para onde quer que a correnteza vá.


Podemos, enfim, enfrentá-la, abertamente! E quem sabe, para aqueles que lhe causarem certa estranheza não despertarem a curiosidade.

15 comentários:

  1. A verdade é que hoje o blog faz as vezes de mídia independente e, em muitos casos sim, de qualidade. Prefiro ler algo de um blog ao de um grande portal... Parabéns pelo post!

    ;D

    ResponderExcluir
  2. Nao é assim tão facil sua liberdade depende em uma tomada...

    ResponderExcluir
  3. Me add no msn que te explico


    alexandrespop@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Concordo com a Karla quanto aos blogs , os portais são muito rasos nos assuntos e raramente omitem alguma opinião ,algo que para min é muito importante . Em cima do muro jamais !!!
    http://andyantunes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo texto.
    os blogs oferecem oportunidades que muita gente não teria a de publicar o que produz.
    Há blogs ruins, mas, há muitos blogs de qualidade.

    ResponderExcluir
  6. adoreeei o blog e estou seguindo!!


    qnd tiver um tempinho, se quiser conhecer o meu serah mt bm vinda!


    grande beijo


    http://cabecafeminina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Eu há pouco tempo comecei esse "negócio" de blog, mesmo sem entender bem qual a finalidade exata disto, se é que há uma finalidade específica mesmo... mas em termo de redes sociais virtuais é a que mais tem me surpreendido pois diferente dos orkuts e facebooks da vida, pra mim não caiu na monotonia.

    ResponderExcluir
  8. Considero a internet, mais precisamente , o blog como uma forma de pôr pra fora. De se expressar e se expor (com cuidado, claro!)

    ResponderExcluir
  9. Concordo com a maioria...

    http://odespertardumsonho.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Uma das finalidades das redes sociais me apaixona: reencontrar passados. Buscar colegas, amigos, amores, pais, filhos, momentos extraviados. Isso é incrível. Deus queira que as redes tenham feito 4 mil vezes este bem para cada inadvertido mal que tenham tornado possível. Beijíssimos e sucesso no blog, linda!

    ResponderExcluir
  11. já era. Estamos todos presos, viciados nesse mundo cibernético que nos suga

    ResponderExcluir
  12. muuito bom!!!
    acho uma boa "perca de tempo", as redes sociais :d

    ResponderExcluir
  13. Concordo, o twitter é muito raso, o facebook efêmero...
    Com o blog podemos ver assuntos abordados alguns meses antes, conecer mais as pessoas.
    O blog leva o meu pensamento a lugares distantes(Japão, Noruega, Canadá,Irlanda,Alemanha e tantos outros lugares dos quais só conheço através de fotos.) Também me faz viajar, esses dias entrei em um blog de uma portuguesa que está morando na Turquia, ela conta suas experiências, posta receitas do local e muitas fotos lindas.
    Blog é tudo de bom.
    Um abraço.

    http://olhareseleituras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. BLOG É UM DOS MEUS VÍCIOS DESDE 2009. ELE É UM BLOG DE LITERATURA, ONDE POSTO MEUS TEXTOS E TEXTOS DE MEUS COLABORADORES. EU O CONSIDERO UMA FERRAMENTA IMPORTANTE PARA PODERMOS EXERCER A NOSSA LIBERDADE DE EXPRESSÃO.

    http://thebigdogtales.blogspot.com/2011/09/o-monge-e-o-licantropo-2-parte.html

    ResponderExcluir
  15. sinceramente, não me vejo mais sem redes sociais. quer dizer, as redes sociais são habitats para solteiros...qd se tem um relacionamento, a coisa muda de figura.
    bjo!

    ResponderExcluir

Concorde, discorde, opine, mas solte o verbo!